Blog

A Internet das Coisas

A Internet das Coisas

Do inglês “Internet of Things” (IoT), o termo “Internet das Coisas” está cada vez mais comum no nosso dia a dia. Trata-se de um dos protagonistas da revolução tecnológica e tem, por objetivo, conectar qualquer item (mesmo os mais banais utilizados na rotina diária) à rede mundial de computadores. 

 
Encontramos no mercado diversos produtos passíveis de conexão: geladeiras, fogões, condicionadores de ar, micro-ondas, meios de transporte, fechaduras, tênis, roupas e outros acessórios de uso pessoal. Quase tudo já está conectado. Eugene Kaspersky, um dos maiores especialistas em segurança digital do mundo, afirmou em uma coletiva de imprensa, que no futuro a única coisa que não estará conectada será o papel higiênico. 
 
A Internet das Coisas surgiu da ideia de conectar objetos quando a conexão TCP/IP, e a internet que conhecemos hoje, começaram a se popularizar. Unificar o mundo físico e o digital é a premissa. Pode parecer absurdo, mas é uma realidade muito próxima, uma vez que já estamos cercados por dispositivos que se comunicam entre si – smartphones, tablets e smart Tvs, por exemplo; câmeras de segurança online que realizam monitoramento à distância...
 
Em pouco tempo, todos os objetos estarão conectados uns com os outros, trocando informações em tempo real. A ideia, entretanto, não é disponibilizar mais um meio de acesso à internet; a ideia é conectar esses objetos à rede para aumentar suas funcionalidades e fazer com que eles fiquem mais eficientes. Exemplo: já existe no mercado uma geladeira com conexão à internet que conta com aplicativos que incentivam o usuário a adotar um programa nutricional completo e balanceado e traz na memória cerca de 650 receitas. Ainda, dispõe de um recurso denominado “Horti Vita”, que cria uma iluminação na gaveta de verduras e frutas com função de preservar os alimentos por mais tempo, dentre outros.
 
Outro objeto em que a Internet das Coisas seria muito bem vinda é o termostato. Imagine que o aparelho se conectaria a internet antes de você chegar do trabalho, checaria a temperatura da sua cidade e climatizaria sua casa promovendo um ambiente perfeito para relaxamento e descanso depois de um dia longo. 
 
A aplicação da Internet das Coisas também pode acontecer no âmbito da infraestrutura. Uma parceria entre Microsoft e Thyssenkrup, fabricante de elevadores, resultou no desenvolvimento de um sistema inteligente e online, que monitora os elevadores à distância. Seu objetivo é prestar assistência em tempo real e evitar acidentes por meio de manutenções preventivas. 
Além de facilitar o dia a dia, o recurso pode ser bastante satisfatório em hospitais, clínicas e empresas de diferentes ramos de atuação. A Internet das Coisas pode parecer futurista, mas já está presente nas nossas vidas a ficará indispensável com o passar do tempo.